Escolha uma Página

O que é gestão? É a utilização integrada de diversas ferramentas com o objetivo de otimizar o uso dos recursos disponíveis. Isto significa que diversas ferramentas ou técnicas agronômicas, veterinárias, zootécnicas, administrativas e contábeis, dentre outras, deverão ser utilizadas para a geração de indicadores que sustentem o processo de tomada de decisão. De forma integrada significa que as ferramentas devem ser utilizadas em conjunto e que é necessário haver relação de causa e efeito entre as variáveis, por exemplo: se dado produtor melhora a sanidade de seu rebanho, espera-se melhor resultado financeiro. Por fim, otimizar recursos significa fazer mais com menos.Nesse sentido, Como está a gestão do agronegócio hoje?

Grande parte das propriedades e empresas ligadas ao agronegócio não conseguem utilizar por completo e da forma correta as ferramentas de gestão. Tampouco as conhecem, quando conhecem, pouco aproveitam de seu potencial. O vício de utilizar indicadores ultrapassados e obsoletos e o fluxo de caixa como parâmetro para medir o desempenho da atividade é muito comum entre os empresários do setor. Contudo, medir entrada e saída de dinheiro, não é a maneira mais eficiente de entender o desempenho de um  negócio. Empresários mais especializados possuem controles mais apurados chegando até a mensurar os custos de produção para apoiar suas decisões. Faço então uma pausa para um alerta: se você apura seus custos de produção, certamente está na frente de muitos outros empresários do setor. Por outro  lado, se pertence à maioria dos empreendedores que entendem que custos como mão de obra, depreciação e energia elétrica são custos de seu produto, seus conceitos precisam ser revistos, atualizados e aprimorados.

Infelizmente, o setor ainda gerencia seus negócios gastando mais de noventa por cento de seu tempo e energia cuidando de indicadores técnicos de produção. Não que estes indicadores não sejam importantes, efetivamente o são. A questão não é esta. O ponto é que outros indicadores, tão importantes quanto, devem ser trazidos à rotina de análise dos empresários. Via de regra, os negócios do setor não vêm sendo enxergados como um todo, como um organismo que deve estar em sintonia consigo mesmo e com o ambiente de negócios que o cerca. A necessidade de fazer sempre melhor, ou seja, de gastar menos recursos para fazer a mesma coisa é uma constante. Esta lição foi ensinada há muito tempo pelos grandes pensadores da área de administração. Quando o assunto é gestão de empresas, não há espaço para experiências sem fundamento ou vaidades pessoais. Quaisquer gastos não planejados afetam os resultados do seu negócio.

Não há a cultura, entre os empresários do agronegócio, de planejamento de seu negócio, de diversificação como medida de redução do risco, de orçar suas receitas e despesas para os próximos exercícios. Não há o conhecimento difundido de que os custos que são fixos não podem ser rateados para os produtos, pois estes custos são da empresa ou do negócio. Não é feita uma análise criteriosa pelas instituições financeiras no momento de concessão de crédito aos empresários. Em suma, não há gestão singular ou integrada dos negócios.

O leitor deve estar imaginando que mesmo com toda esta lacuna na gestão das empresas do setor, as mesmas em conjunto têm apresentado excelentes resultados e levado o setor a quebrar recordes e mais recordes de produção e produtividade. Pergunto, é possível pregar um prego com uma colher? Sim, é. Mas com um martelo seria mais rápido e eficiente, concorda?Este é o ponto. Além do que, será que o agronegócio está apresentando excelentes resultados mesmo? Isto vai depender muito do ângulo da análise. Se o negócio é produtividade, sem sombra de dúvidas está. Mas se o negócio é gerar valor para o empresário, ou seja, remunerar o capital investido, nesse ponto certamente há controvérsia.

Há dúvida até mesmo em qual capital deve ser remunerado. O que é capital mesmo? Qual indicador é responsável por medir isto? Certamente, amigo leitor, o caminho para saber isto e muito mais, com simplicidade e praticidade, será a utilização do software SGI AGRO. Nele a gestão será  desmistificada, será tratada de maneira lógica e integrada e você medirá se o seu negócio está ou não está gerando valor e tornando você mais rico.